Resenha dos Livros de Contos do Rubem Fonseca Parte 1- Amálgama, Feliz Ano Novo, Buraco Na Parede, O Cobrador #nitroblog

Aproveitando o calorzão de Janeiro, e dando uma pausa nas minhas leituras de fantasia contemporânea, resolvi embarcar no que chamei de Festival Doidimais de Contos do Rubem Fonseca, um plano auto-imposto onde leria o maior número possível dos livros de contos do Rubão. Como os livros são mais curtos do que os tijolões de fantasia que costumo ler, reuni minhas impressões dos livros em dois posts.

Se você se interessar pelos livros mas não tem tempo para ler todos, leia Feliz Ano Novo e O Cobrador que já dá para ter uma idéia de quanto o Rubão é fodásico!

Nesse primeiro post coloco o que achei do livros Amálgama (2013), Feliz Ano Novo 1975), Buraco Na Parede (1995), O Cobrador (1979).

o cobrador

Antes uma introdução para quem não conhece um dos melhores autores brasileiros vivos (na minha opinião, é claro).

Rubem Fonseca (Rubão para os mais íntimos) é mineiro de Juiz de…

Ver o post original 2.098 mais palavras

Anúncios

A assembléia

Era uma noite de inverno quando Joãozinho e seus pais reuniram-se na sala de estar. Joãozinho era um garoto estudioso e muito curioso. Tinha dez anos de idade e o que mais gostava de fazer era ler, embora isso não fosse comum entre outros garotos da sua idade. Os pais de Joãozinho assistiam TV enquanto ele lia uma das revistas que sua mãe havia deixado na mesinha de centro. Ao ler uma matéria sobre política, encontrou uma palavra que não sabia o significado…

– Pai! O que é uma Assembléia?

Seu pai pensou, pensou… Estavam assistindo algum programa de domingo. Não queria decepcionar o filho, mas a verdade era que não sabia. “Diga logo para ele que você não sabe. As vídeo-cassetadas vão começar.” Disse a mãe do menino, mas o velho era muito teimoso e não queria dar o braço a torcer. Lembrou que no mesmo dia, Joãozinho havia perguntado se poderia ter um cachorro. Era uma boa desculpa para escapar da situação. “Acho melhor conversarmos sobre o seu cachorro.” Joãozinho ficou alegre, mas sua mãe percebeu qual era a intenção do marido. Dirigiram-se para a cozinha. Sentaram-se em volta da mesa e, então, fizeram uma assembléia para discutir o assunto do cachorro.

Publicado do WordPress para Android